Fortalecida pela campanha Outubro Rosa, a prevenção do câncer de mama é fundamental. Ações de conscientização têm ajudado a aumentar o esforço preventivo em relação a uma doença muito perigosa.

O autoexame está entre as principais iniciativas na prevenção do câncer de mama. A estratégia de detecção precoce da doença é fundamental para aumentar as chances de cura. A mamografia de rastreamento é o mais conhecido exame de rotina e deve ser feita a cada dois anos por mulheres acima de 50 anos de idade.

(Leia também: Prevenção do câncer: 7 bons hábitos que têm papel fundamental)

Por que o autoexame é essencial?

Atualmente, não se recomenda o autoexame das mamas como técnica a ser ensinada às mulheres para rastreamento do câncer de mama. Isso não significa, no entanto, que o autoexame deva ser deixado de lado.

É muito recomendável que as mulheres estejam sempre atentas a respeito do seu corpo para reconhecer alterações suspeitas. Com isso, é possível notar mudanças e buscar um serviço de saúde o mais cedo possível. 

A estratégia de conscientização permanece sendo importante para o diagnóstico precoce do câncer de mama. A mulher deve reconhecer o que é normal em suas mamas e perceber alterações suspeitas de câncer, por meio da observação e palpação de suas mamas.

Como realizar o autoexame?

O autoexame é um cuidado a ser tomado por todas as mulheres acima de 20 anos de idade. A recomendação é que ele seja realizado mensalmente, sete dias após o início da menstruação. Após a menopausa, a mulher deve escolher um dia fixo no mês para fazer o autoexame.

As mulheres podem realizar o autoexame de três formas: em frente ao espelho, em pé ou deitadas.

Em frente ao espelho:

  • Posicione-se em frente ao espelho;
  • Observe os dois seios, primeiramente com os braços caídos;
  • Coloque as mãos na cintura fazendo força;
  • Coloque-as atrás da cabeça e observe o tamanho, posição e forma do mamilo;
  • Pressione levemente o mamilo e veja se há saída de secreção. 

Em pé (pode ser durante o banho)

  • Levante seu braço esquerdo e apoie-o sobre a cabeça;
  • Com a mão direita esticada, examine a mama esquerda;
  • Divida o seio em faixas e avalie devagar cada uma dessas faixas. Use a polpa dos dedos e não as pontas ou unhas;
  • Sinta a mama;
  • Faça movimentos circulares, de cima para baixo;
  • Repita os movimentos na outra mama. 

Deitada

  • Coloque uma toalha dobrada sob o ombro direito para examinar a mama direita;
  • Sinta a mama com movimentos circulares, fazendo uma leve pressão;
  • Apalpe a metade externa da mama (é mais consistente);
  • Depois apalpe as axilas;
  • Inverta o procedimento para a mama esquerda.

Vale lembrar que o objetivo do autoexame, ou exame de toque, é detectar alterações nas mamas e a presença de algum nódulo ou textura diferente. Caso você perceba qualquer mudança nesse sentido, a orientação é procurar o seu ginecologista.

Vida saudável em nome da prevenção de doenças!

A prevenção do câncer de mama e de tantas outras doenças tem relação direta com as medidas que adotamos para preservar o corpo e a mente. Além dos exames específicos, é importante ter atenção com os hábitos relacionados ao bem-estar, tais como alimentação, vida ativa e sono equilibrado. Para muitas dicas sobre vida saudável, navegue pelo nosso blog agora mesmo. Você vai encontrar muitos conteúdos valiosos para ter uma vida cada vez mais plena. Vale conferir!

 

Fonte: Inca (Instituto Nacional do Câncer)