Provavelmente, você já ouviu falar que aquela bebida açucarada e gasosa não é saudável. Mas, afinal, por que refrigerante faz mal? O que ele causa em nosso organismo que leva tantos médicos a recomendarem que a gente evite o seu consumo?

A compreensão sobre por que refrigerante faz mal fica mais clara quando destacamos os diferentes problemas causados por ele. No post de hoje, preparamos uma lista com sete das principais razões para você evitar ou moderar bastante o consumo de refrigerante. Veja quais são elas.

1- Pode levar à obesidade

A quantidade excessiva de açúcar presente nos refrigerantes fica muito, mas muito acima do recomendável por nutricionistas. Para se ter uma ideia, uma lata de refrigerante tem, aproximadamente, 10 colheres de sopa de açúcar.

Não por acaso, essas bebidas são consideradas verdadeiras bombas calóricas. As pessoas tendem a engordar com o consumo de refrigerante também pela recorrência e pela vontade de tomar mais e mais. 

2- Favorece o desenvolvimento do câncer

O refrigerante está associado também a uma das doenças mais temidas e de difícil tratamento, o câncer. Isso pode acontecer como consequência da obesidade, pois o excesso de peso tem relação direta com alguns tipos de câncer e também com diabetes e doenças cardiovasculares.

Alguns corantes presentes em refrigerantes também são classificados como potencialmente cancerígenos, com base em estudos realizados em alguns países.

3- Enfraquece ossos e dentes

Grande parte dos refrigerantes presentes no mercado têm um teor elevado de ácido fosfórico. A substância compromete a nossa absorção de cálcio, ou seja, limita a ação do nutriente que ajuda a fortalecer os ossos e os dentes.

O refrigerante tem relação direta com quadros de osteoporose e favorece o aparecimento de cáries – a quantidade exagerada de açúcar é um fator que potencializa os danos aos dentes.

4- Eleva a pressão arterial

Os altos índices de sódio e cafeína presentes nos refrigerantes também costumam causar sérios problemas. Um deles é a elevação da pressão arterial, que pode se desdobrar em enfermidades ainda mais graves.

O aumento da pressão arterial decorrente do consumo de refrigerante tem a ver também com a presença em grandes quantidades de frutose. O açúcar das frutas, quando ingerido muito acima da porção recomendada, contribui para elevar a nossa pressão.

5- Pode contribuir para quadros de insônia

Dormir bem é uma das chaves para a boa saúde, pois é durante o sono que o nosso corpo se regenera e se prepara para o dia seguinte. O refrigerante pode ser um dos causadores da insônia por três razões fundamentais. A primeira delas é a presença da cafeína, uma substância estimulante, nos refrigerantes à base de cola. 

A segunda razão é o excesso de açúcar, que causa picos energéticos e uma sensação de euforia. Por fim, o gás presente no refrigerante pode causar irritação estomacal e dificultar na hora de pegarmos no sono. 

Para saber mais sobre insônia, confira este outro post do nosso blog!

6- Acelera o processo de envelhecimento

Diante de tantas doenças e distúrbios associados ao refrigerante, não surpreende que a bebida esteja também relacionada com o envelhecimento precoce.

Isso acontece, fundamentalmente, por conta da presença do fosfato, que prejudica funções renais e musculares.

7- Causa sérios problemas durante a gravidez

A sétima razão da nossa lista é dedicada às gestantes. Em primeiro lugar, o aumento de peso associado ao refrigerante pode causar complicações durante a gravidez. Além disso, o refrigerante provoca retenção de líquidos. A cafeína, presente nas bebidas à base de cola, também deve ter seu consumo moderado durante a gestação.

Após o nascimento do bebê, é recomendado à mãe evitar os refrigerantes pelo menos enquanto estiver amamentando. Isso porque a cafeína pode passar para o leite materno e levar o bebê a quadros de insônia.

Cuide bem da sua saúde!

Agora que você já sabe por que refrigerante faz mal, é hora de falarmos sobre a sua saúde de forma mais ampla. Para preservar as melhores condições do organismo, é recomendável uma alimentação balanceada, uma rotina de exercícios físicos e a realização periódica de exames. Nesse último ponto, você pode contar com a ajuda do Laboratório Cella, a maior referência em análises clínicas de Sorriso – MT!

Fonte: Ministério da Saúde, Instituto Nacional de Câncer (INCA) e British Medical Journal