No último 4 de fevereiro, foi comemorado o Dia Mundial do Combate ao Câncer, iniciativa criada em 2008 para promover a conscientização em torno dessa doença tão perigosa. A data é uma oportunidade para as pessoas compreenderem o que pode ser feito com o objetivo de minimizar os riscos de contrair a doença e quais são os melhores tratamentos.

Em 2019, o Dia Mundial do Combate ao Câncer foi tematizado de forma muito pertinente pela União Internacional para o Controle do Câncer (UICC) e pelo Instituto Nacional de Câncer (Inca), que promoveram a campanha “Eu sou e eu vou”. A ideia é incentivar as pessoas a abraçarem a bandeira da prevenção: “Eu sou consciente e eu vou me informar para reduzir o impacto do câncer”.

O panorama do câncer no Brasil

O câncer é uma doença que impacta seriamente inúmeros países ao redor do mundo. No caso do Brasil, um índice alarmante é o número de mortes provocadas pelo câncer que são decorrentes, em grande medida, da alimentação inadequada. Um em cada três brasileiros que morrem de câncer poderiam evitar ou postergar o óbito se tivessem uma alimentação mais saudável.

Em 2018, dois tipos de câncer sobressaíram em relação aos demais no Brasil. Nos homens, 32% dos novos casos foram de câncer de próstata. Já os novos casos registrados em mulheres tiveram a prevalência do câncer de mama (29,5%). Os índices reforçam a importância de iniciativas como Outubro Rosa e Novembro Azul, campanhas que percorrem um mês inteiro e visam a conscientização das pessoas a respeito dos tipos de câncer mais recorrentes no Brasil.

A importância de uma alimentação saudável

Por ser uma doença extremamente agressiva e de difícil tratamento, o câncer deve ser combatido, fundamentalmente, com medidas preventivas. Uma delas é a adoção de uma alimentação bastante regrada.

O ideal é preencher as refeições com alimentos frescos e naturais e fugir dos alimentos processados e congelados, pois são nocivos ao organismo. Frutas, verduras e legumes têm uma série de propriedades que fortalecem diferentes órgãos e funções do nosso corpo, por isso devem aparecer em abundância na dieta. Nesse ponto, outra dica é variar bastante, pois cada vegetal tem benefícios próprios para o organismo.

Nos casos em que a pessoa já contraiu a doença, é preciso acompanhar regularmente os índices de nutrientes no organismo para avaliar a necessidade de reforço em determinado grupo.

Além de ajustar a dieta, é recomendável incorporar outros hábitos saudáveis ao dia a dia para minimizar os riscos de desenvolver algum tipo de câncer. Atividades físicas regulares, por exemplo, são aliadas importantes nesse esforço de prevenção, assim como o abandono de vícios como alcoolismo e tabagismo.

Valorize a prevenção de doenças

O Dia Mundial do Combate ao câncer serve de alerta para que as pessoas valorizem a prevenção de doenças. Por meio de exames de rotina, é possível detectar precocemente centenas de doenças, o que amplia significativamente as chances de cura. No Laboratório Cella, realizamos mais de 500 tipos de procedimentos para ajudar você a se prevenir e garantir uma saúde plena.

Fontes: Instituto Nacional de Câncer (Inca) e Ministério da Saúde