Mulheres de todo o mundo gostariam de ter a resposta para uma só pergunta: como aliviar a TPM? De fato, ainda não existe remédio ou algum método milagroso que resolva completamente o problema.

Por outro lado, a dúvida sobre como aliviar a TPM pode ser respondida com um conjunto de iniciativas que podem reduzir o impacto negativo da tensão pré-menstrual, que inclui, entre outros sintomas, inchaço, dores de cabeça, cólicas e irritabilidade.

No post de hoje, compartilhamos cinco dicas que podem ajudar você a combater a TPM e diminuir bastante o transtorno que ela causa a cada mês. Confira!

1- Tenha mais cuidado com a alimentação

Muitos especialistas definem a TPM como uma conta que chega ao final do mês. Essa conta pode ser mais pesada ou mais leve, de acordo com os hábitos que a mulher teve no ciclo anterior.

Um dos hábitos mais determinantes para o tamanho dessa “conta da TPM” é o padrão alimentar. Comidas muito gordurosas, salgadas ou açucaradas podem criar desequilíbrios. Todos os excessos são perigosos, por isso é importante fazer escolhas inteligentes nas refeições, com muitos alimentos naturais e nutritivos.

Outra dica, ainda nesse campo, é não abusar no consumo de café, pois ele pode ser um fator de potencialização da TPM.

(Leia também: As verduras mais nutritivas que não podem faltar na dieta)

2- Pratique o autoconhecimento

A individualidade é uma característica marcante dos seres humanos. Ninguém é igual a ninguém, ou seja, cada corpo reage de uma maneira a cada estímulo ou hábito. No caso da TPM, essa individualidade deve ser vista com carinho pela mulher, pois ela será a melhor pessoa para perceber o comportamento da tensão pré-menstrual em seu organismo.

Praticar o autoconhecimento é um exercício saudável no na luta para aliviar a TPM. Procure entender os gatilhos que causam maiores incômodos durante o período que antecede a menstruação. Esse entendimento mais aguçado vai permitir que você drible eventuais problemas e se mantenha mais equilibrada emocionalmente para atravessar os dias turbulentos da TPM.

3- Mantenha uma rotina de exercícios físicos

A recomendação por uma vida mais ativa é válida para inúmeras questões quando o assunto é saúde. No caso específico de como aliviar a TPM, se exercitar é positivo por conta da liberação de endorfina, substância responsável pela sensação de bem-estar, além de acalmar e aliviar dores.

É válido, inclusive, usar a TPM como fator de motivação para a adoção de uma rotina de mais atividades físicas. Lembre-se que o seu corpo tem muito a ganhar se estiver sempre em movimento!

(Leia também: 7 tipos de dança para manter o corpo em movimento)

4- Valorize a hidratação do corpo

Assim como a manutenção de uma rotina de exercícios, manter o corpo sempre hidratado é uma dica que extrapola a luta contra a TPM. Nesse caso específico, não apenas a água pode exercer papel relevante, mas também chás diuréticos e alimentos ricos em água, tais como melão e melancia.

Estar bem hidratada contribui para que o intestino funcione melhor e de forma mais regrada, o que alivia cólicas e reduz a retenção de líquidos e o inchaço.

5- Aposte em massagens e acupuntura

Um dos segredos sobre como aliviar a TPM diz respeito ao quanto conseguimos relaxar. Esse período é marcado por um estresse e pressão emocional acima da média, por isso o que pudermos fazer para relaxar vai ajudar bastante.

Massagens profissionais são uma ótima contribuição para distensionar os músculos e, consequentemente, aumentar o seu bem-estar durante o período de TPM. Ainda nesse sentido, a acupuntura pode ser benéfica para o equilíbrio do corpo e da energia de modo mais amplo. Quanto mais equilibrada a mulher estiver durante os dias de TPM, maiores as chances de que o período seja mais tranquilo.

Cuide sempre da sua saúde!

Conhecer bem o seu corpo e entender como aliviar a TPM são iniciativas importantes para todas as mulheres. Vale a pena tomar como exemplo a luta contra os dias de tensão pré-menstrual para que tenhamos um cuidado mais amplo e contínuo com a saúde. Exames regulares, por exemplo, são fundamentais para monitorar o organismo e identificar precocemente eventuais problemas. No Laboratório Cella, realizamos milhares de análises clínicas por mês, conheça o nosso trabalho!

 

Fonte: Ministério da Saúde