Você provavelmente já ouviu falar na tireoide, mas talvez não saiba em detalhes do que ela se trata. O exame TSH tem tudo a ver com essa glândula, que regula a função de órgãos importantes do nosso corpo.

Quando existe alguma alteração importante no funcionamento da tireoide, é fundamental investigar, pois isso pode levar a complicações mais sérias. O exame TSH – ou exame de dosagem de TSH – verifica a concentração no sangue do hormônio TSH, produzido pela hipófise.

(Leia também: Amar faz bem à saúde! A própria ciência comprova isso)

Hipertireoidismo e hipotireoidismo

A glândula tireoide é essencial para que o nosso metabolismo funcione corretamente. Os hormônios T4 (tiroxina) e T3 (triiodotironina), produzidos pela tireoide, cumprem esse papel de regulação de órgãos como coração, cérebro, fígado e rins.

Quando a produção desses hormônios está muito abaixo do normal, se caracteriza o hipotireoidismo, enquanto a produção excessiva é definida como hipertireoidismo. As duas doenças são mais comuns em mulheres, mas devem ser observadas com atenção por todas as pessoas.

(Leia também: Exame de imunoglobulina E: qual é a sua importância?)

Exame TSH e o diagnóstico de doença na tireoide

Como saber se uma pessoa apresenta um quadro de hipotireoidismo ou hipertireoidismo? Em primeiro lugar, é importante observar os sintomas. O hipotireoidismo pode provocar cansaço, depressão, prisão de ventre, sonolência, redução do apetite, entre outros sintomas. Já o hipertireoidismo pode causar nervosismo, intolerância ao calor, insônia, tremores e perda de peso.

A simples observação de sintomas é insuficiente para caracterizar uma das doenças da tireoide. A partir deles, se recomenda que a pessoa faça o exame de dosagem do hormônio TSH e também dos hormônios T3 e T4.

A dosagem de TSH ajuda a demonstrar o tipo de alteração que a tireoide apresenta. Se os índices de TSH estiverem acima do padrão e os hormônios T3 e T4 estiverem abaixo, o quadro é de hipotireoidismo. Ao passo que um baixo índice de TSH combinado com elevada taxa de hormônios T3 e T4 apontam para o hipertireoidismo.

Pessoas acima dos 40 anos devem fazer a dosagem de TSH com regularidade, pois os riscos de alterações na tireoide são maiores nessa fase da vida.

Mantenha todos os seus exames em dia!

O exame TSH – ou exame de dosagem de TSH – é um dos vários exemplos de como devemos estar atentos a cada aspecto da nossa saúde. Realizar exames periodicamente é uma iniciativa bastante saudável e recomendável para qualquer pessoa. Lembre-se que a identificação precoce ajuda no combate das mais diversas doenças. Aqui no Laboratório Cella, realizamos o exame de dosagem de TSH e centenas de outros tipos de análises clínicas. Venha fazer os seus exames com a gente!

 

Fonte: Ministério da Saúde