São tantos os exames que temos de fazer ao longo da vida que fica até difícil nos lembrarmos de todos eles. Claro que isso não é necessário, mas vale a pena conhecer certos exames. É o caso da análise de imunoglobulina E (ou IgE), realizada a partir de uma amostra de sangue.

E, por falar em amostra de sangue, a análise do nosso sangue permite que se faça um belo panorama da saúde. No caso da imunoglobulina E, o que se busca com o exame, normalmente, é investigar quadros alérgicos.

A seguir, vamos contar todos os detalhes sobre o exame de imunoglobulina E e por que ele é importante para a nossa saúde.

O que é imunoglobulina E?

Antes de entendermos propriamente para que serve o exame, vale a pena entender a imunoglobulina E. Trata-se de uma proteína presente na superfície de algumas células do sangue e que pode se apresentar em maiores concentrações durante reações alérgicas.

A concentração de imunoglobulina E acima do normal pode estar associada também a outras questões, tais como doenças provocadas por parasitas e doenças crônicas.

A função do exame de imunoglobulina E

O exame de imunoglobulina E não é necessário para todas as pessoas. Em geral, o médico faz o pedido de acordo com o histórico do paciente em relação a alergias. A solicitação também pode ser feita para investigar doenças causadas por parasitas ou certas doenças pulmonares.

Vale destacar que alergias são relativamente comuns e que o exame de imunoglobulina E não é o único critério para esse diagnóstico. Além disso, o exame pode indicar a presença de uma alergia, mas não indica precisamente qual é o tipo. Para que se tenha essa avaliação, a dosagem de IgE é uma análise complementar que avalia a concentração de imunoglobulina E.

Imunoglobulina E está alta? O que isso significa?

A imunoglobulina E em níveis mais altos do que o normal pode apontar para diferentes questões. É importante ressaltar que os índices adequados variam bastante de acordo com a idade na infância e no início da adolescência. A partir dos 15 anos, o valor de referência se torna fixo.

Na maior parte das vezes, a razão para um aumento nos níveis de IgE é algum tipo de reação alérgica. Porém, essa elevação pode ter relação com doenças parasitárias, doenças inflamatórias e doenças respiratórias. 

A melhor orientação é sempre buscar auxílio médico para realizar o exame em caso de necessidade. Assim se poderá ter um diagnóstico adequado do que impactou a alteração nos níveis de imunoglobulina E.

Venha fazer o seu exame de imunoglobulina E no Laboratório Cella!

Agora que você já conhece o exame de imunoglobulina E, pode realizar essa análise no Laboratório Cella quando precisar. Para fazer a coleta, basta realizar um jejum de pelo menos oito horas. Tem alguma dúvida sobre o jejum? Então confira o nosso post sobre o tema

 

Fonte: Ministério da Saúde