A cada ano, mais crianças brasileiras passam a apresentar excesso de peso. A obesidade na infância é uma questão de saúde pública e pode levar a uma série de problemas para as crianças e adolescentes.

Combater a obesidade na infância passa por ações preventivas e de conscientização, a respeito de uma alimentação equilibrada e o valor de hábitos saudáveis.

Um estudo do Ministério da Saúde aponta que uma em cada três crianças entre 5 e 9 anos estão acima do peso considerado adequado. A pesquisa estima que 7 milhões de crianças e adolescentes no Brasil estão na faixa estabelecida como obesidade.

Quais são as causas da obesidade na infância?

O ganho excessivo de peso em crianças tem relação com alguns fatores. A genética, por exemplo, pode levar a uma predisposição ao acúmulo de gordura, mas não é o aspecto mais determinante.

Os fatores comportamentais são muito relevantes para o aumento da obesidade na infância. Hoje em dia, as crianças passam muito tempo paradas em frente às telas e praticam cada vez menos atividades físicas. Além disso, as últimas décadas registraram um aumento significativo dos alimentos processados e ultraprocessados, que são nocivos à saúde e levam ao ganho de peso acelerado. Somam-se a eles as bebidas açucaradas, tais como os sucos de caixinha e os refrigerantes.

(Leia também: Câncer infantil: sintomas, diagnóstico e tratamento da doença)

Como prevenir e combater a obesidade na infância?

O melhor caminho para superar a obesidade na infância é adotar ações preventivas, com o objetivo de impedir que o excesso de peso avance de forma significativa. Tudo começa por uma ação familiar de reavaliação da rotina alimentar: faça um levantamento detalhado para identificar o que pode ser alterado.

Em muitos casos, a criança resiste ao corte de certas guloseimas com as quais está acostumada. Para incentivar a mudança de comportamento, é possível propor recompensas como um tempo maior de brincadeira, por exemplo.

Os hábitos alimentares em outros ambientes, tais como a escola, também devem ser avaliados. Muitas crianças se alimentam corretamente dentro de casa, mas nem sempre o fazem na escola.

Em relação à atividade física, vale a pena incentivar a criança a praticar esportes e brincar ao ar livre com seus amigos, algo que também traz um ganho social para ela. Procure limitar o tempo em frente às telas e mostre à criança como uma brincadeira ao ar livre pode ser mais divertida.

3 dicas práticas para prevenir a obesidade na infância

A prevenção da obesidade infantil tem relação direta com a dedicação dos pais a medidas de controle e incentivos positivos à criança.

  • Incentive a participação das crianças no preparo de refeições: essa interação pode servir de estímulo para que elas criem o hábito de comer alimentos naturais e saudáveis.
  • Brinque com as crianças no seu tempo livre: além de incentivar as brincadeiras com amigos, vale a pena participar junto e mostrar como aquelas atividades são divertidas e lúdicas.
  • Reforce a importância do convívio com colegas e amigos: incentivar uma maior interação com colegas e amigos é uma forma de minimizar o tempo em frente às telas.

Vida saudável em todas as fases!

Adotar hábitos saudáveis é importante em todos os momentos. Incentivar as crianças a terem uma alimentação mais equilibrada e uma rotina mais ativa vai proporcionar ganhos para a vida toda. Para aprender muito mais sobre como ter uma vida saudável, vale conferir os outros posts do nosso blog!

 

Fonte: Ministério da Saúde