As pessoas costumam se preocupar com a própria saúde, mas nem sempre tomam medidas para preservá-la. Quando pensamos nos cuidados com o coração, é muito importante adotar certos hábitos para proteger esse órgão vital.

O post de hoje é justamente um alerta nesse sentido. Separamos os mais importantes cuidados com o coração para você incorporar à sua rotina. Como todo novo hábito, é uma questão de disciplina para se transformar e não perder o pique.

Veja a seguir quais são os cinco principais cuidados com o coração para você minimizar os riscos de sérias complicações de saúde.

1- Faça atividades físicas regularmente

A boa e velha recomendação de uma rotina ativa segue como uma dica de ouro quando o assunto é cuidar do coração. Por vezes, nos falta tempo ou mesmo ânimo para colocar os músculos em movimento.

Realizar atividades físicas de forma regular não quer dizer se tornar atleta da noite para o dia. Caminhadas leves de 30 minutos por dia são um excelente exemplo de cuidado com o coração. Caso lhe falte tempo, pense em maneiras de agregá-las à sua rotina já estabelecida. Uma boa ideia é ir ao trabalho a pé ou de bicicleta.

2- Tenha cuidado com a ingestão de álcool

Provavelmente, você já ouviu falar que uma taça de vinho ao dia faz bem ao coração. Estudos demonstram que uma dose moderada da bebida pode ter um impacto realmente positivo sobre a saúde cardíaca. 

Mas o grande o segredo está na moderação. O álcool pode ser extremamente nocivo ao coração e ao organismo de forma geral quando consumido em doses elevadas.

3- Procure amenizar o estresse

Quando a cabeça não está boa, todo o organismo pode ser prejudicado, sobretudo o coração. Preste atenção nos diferentes momentos de sua rotina para identificar quais deles podem provocar situações de estresse.

Vale a pena também buscar passatempos que possam minimizar um quadro de estresse ou sobrecarga. Meditar, ler, praticar um esporte e ir ao cinema são alguns exemplos de atividades que podem ajudar no controle do estresse, mas cada pessoa deve encontrar aquilo que mais lhe faz bem.

4- Mantenha uma dieta equilibrada e diversificada

Essa é outra dica de ouro que muita gente conhece, mas nem todos colocam em prática. A alimentação é uma das chaves da boa saúde e seu coração reagirá positiva ou negativamente de acordo com a dieta estabelecida. Veja algumas medidas essenciais:

  • Reduza as gorduras, mas mantenha gorduras boas como azeite e frutas oleaginosas;
  • Evite o excesso de carne vermelha, pois ela eleva os níveis de colesterol;
  • Reduza os açúcares, que podem impactar os níveis de gordura e colesterol no sangue;
  • Capriche nas frutas e vegetais, responsáveis por fornecer grandes quantidades de nutrientes importantes;
  • Tenha cuidado com o sal, um dos vilões da hipertensão.

Saiba mais sobre alimentação equilibrada neste post!

5- Não menospreze sintomas preocupantes

Ao perceber reações incomuns, a recomendação é procurar um médico. Essa dica se torna ainda mais importante quando o assunto é coração, pois os sinais podem indicar algo grave. Confira abaixo os sintomas a serem observados e que demandam uma visita imediata a um especialista (vale lembrar que eles podem indicar outros tipos de alterações no organismo, não apenas no coração):

  • Desconforto no peito;
  • Tontura;
  • Falta de ar;
  • Suor frio repentino;
  • Fadiga e fraqueza.

Realize exames regularmente!

Observar diferentes sintomas é um cuidado com o coração considerado fundamental. Mas não se esqueça que esse e outros órgãos podem ser monitorados por meio de exames regulares. No Laboratório Cella, realizamos mais de 500 tipos de análises clínicas. Fale com a gente e tire todas as suas dúvidas!

Fontes: Ministério da Saúde e Instituto do Coração (InCor)