O diabetes é uma das doenças mais conhecidas do mundo e, somente no Brasil, afeta aproximadamente 13 milhões de pessoas.

É muito importante saber como prevenir o diabetes, tendo em vista que se trata de uma doença que não tem cura e que tem um controle complexo.

O que causa o diabetes?

A causa fundamental para o diabetes é a produção insuficiente ou má absorção de insulina, hormônio que regula a glicose no sangue e garante energia para o organismo. A insulina é responsável por quebrar as moléculas de glicose, em uma reação que gera a energia necessária para a manutenção das células do nosso organismo. Por isso, o controle do diabetes tem relação direta com os níveis de insulina.

O diabetes pode causar o aumento da glicemia e as altas taxas podem levar a complicações no coração, nas artérias, nos olhos, nos rins e nos nervos. Em casos mais graves, o diabetes pode levar à morte.

Muito se fala a respeito de uma vida saudável, mas essa recomendação ampla se torna ainda mais relevante quando o assunto é como prevenir o diabetes. O surgimento desta doença tem relação com predisposição genética e também fatores de risco, tais como: pressão alta, colesterol alto, sobrepeso, apneia do sono, entre outros.

Como prevenir diabetes? Dicas fundamentais!

Se levarmos em consideração esses fatores de risco, torna-se fundamental a adoção de hábitos saudáveis, que contribuem para minimizar as chances de diabetes e também melhoram as condições do organismo de forma ampla.

Dentre os bons hábitos que ajudam a prevenir o diabetes, podemos destacar:

Manter um peso adequado;

Evitar o tabagismo;

Buscar uma rotina de sono regular;

Adotar uma alimentação diversificada e rica;

Praticar exercícios físicos.

As dicas de ouro da boa saúde são, em grande medida, uma barreira de proteção contra o diabetes, embora não exista uma garantia absoluta de que não se vá desenvolver a doença em algum momento da vida.

Como controlar o diabetes?

O tratamento do diabetes tem relação direta com os níveis de insulina do paciente. Para casos de diabetes do Tipo 1, é preciso aplicar injeções diárias de insulina para manter a glicose em níveis adequados.

Nos casos de diabetes do Tipo 2, o tratamento varia de acordo com a necessidade de cada pessoa. As sulfonilureias e as glinidas estimulam a produção de insulina no pâncreas. Já os inibidores de alfaglicosidase impedem a digestão e a absorção de carboidratos pelo intestino.

Nos diferentes casos, é essencial fazer um acompanhamento regular com um médico especialista, que poderá indicar o tipo de tratamento a ser adotado. Porém, vale lembrar que trata-se de uma doença sem cura, o que torna ainda mais importante a busca por hábitos saudáveis que colaborem na prevenção.

Aprenda muito mais sobre vida saudável!

Agora que você já sabe como prevenir o diabetes, que tal aprender muito mais sobre saúde? Aqui no blog do Laboratório Cella, temos dezenas de conteúdos sobre alimentação, prevenção de doenças e hábitos para uma vida mais plena e longeva. Confira!

 

Fontes: Ministério da Saúde e Sociedade Brasileira de Diabetes