Muitas pessoas têm dúvidas sobre atividades físicas durante a gestação. Afinal, grávidas podem fazer exercícios? Isso faz bem a elas e a seus bebês?

Manter uma vida ativa é algo positivo também para as gestantes. Evidências científicas apontam que grávidas podem fazer exercícios físicos e que eles proporcionam benefícios. Saiba quais são eles!

Os efeitos positivos dos exercícios durante a gravidez

A opção por uma rotina de movimento e atividades físicas é muito favorável à saúde da mãe e do bebê. Conheça alguns dos pontos mais positivos:

  • Melhora na respiração;
  • Diminuição da sensação de inchaço;
  • Redução das dores nas costas;
  • Aumento da elasticidade;
  • Ganho em disposição para o dia a dia;
  • Sensação de bem-estar;
  • Melhora no funcionamento do intestino;
  • Manutenção do peso próximo do nível ideal;
  • Redução da ansiedade e do estresse.

(Leia também: Como controlar o estresse: 5 dicas para o dia a dia)

Tenha atenção com a intensidade do exercício

É fato que as atividades físicas podem trazer impactos positivos para a saúde da mãe e do bebê. Porém, é muito importante ter atenção a respeito da intensidade do exercício.

Procure atividades leves ou moderadas e pratique de uma maneira consciente, com orientação de um profissional e supervisão do seu ginecologista. Os exercícios que não são muito pesados vão proporcionar benefícios sem trazer maiores riscos à saúde, seja por lesão muscular ou alguma outra reação do organismo.

Quais exercícios físicos devem ser praticados pelas gestantes?

É grande a variedade de atividades físicas bem-vindas durante a gravidez. As mães podem montar uma rotina bem diversificada e rica de exercícios para que a prática seja positiva e prazerosa.

Confira algumas ótimas opções e quais os benefícios proporcionados por elas:

  • Musculação: fortalece diferentes partes do corpo e previne as dores nas costas e nas articulações;
  • Pilates: fortalece a musculatura do assoalho pélvico, o que ajuda na sustentação do crescente peso da barriga;
  • Natação: aumenta o fôlego, a resistência e a disposição;
  • Alongamento: traz mais flexibilidade e promove o relaxamento;
  • Caminhada e corrida: ajuda a controlar o peso e traz mais resistência;
  • Hidroginástica: amplia a capacidade cardiovascular. Além disso, tem um impacto bem menor por conta da água, sendo ideal a partir do terceiro trimestre de gestação;
  • Ioga: traz flexibilidade, equilíbrio e tônus muscular, além de proporcionar conhecimento sobre diversos exercícios respiratórios;
  • Dança: gera relaxamento e eleva a capacidade respiratória, além de ser um exercício que também faz bem para a mente.

Como as grávidas devem se preparar para exames?

Agora que você já sabe que as grávidas podem fazer exercícios e que eles podem ter efeitos positivos, vale aprender um pouco mais sobre gestação. A preparação para exames laboratoriais tem algumas particularidades durante a gravidez, por isso a mulher deve se atentar aos detalhes. Confira o nosso post completo sobre esse tema!

 

Fonte: Ministério da Saúde