Que água faz bem à saúde, quase ninguém duvida. Mas você sabia que beber pouca água pode trazer uma série de problemas para o organismo? Não por acaso, ela é considerada um símbolo de bons cuidados com a nossa saúde.

De que maneiras beber pouca água faz mal ao nosso corpo? É justamente essa resposta que trazemos no post de hoje. Existem algumas consequências bem perigosas em beber pouca água, o organismo pode responder negativamente a isso de diferentes maneiras. Saiba quais são as principais delas!

1- Aceleração do envelhecimento da pele

Uma das consequências negativas de mais fácil percepção é o envelhecimento da pele. Beber pouca água causa uma piora na textura da pele e favorece o aparecimento precoce de rugas e marcas de expressão.

Isso acontece porque a escassez de água compromete a regeneração e a produção de proteínas como o colágeno, substância fundamental para a saúde da pele. Estudos mostram, ainda, que beber bastante água contribui para que a pele tenha maior elasticidade.

2- Dificuldades cognitivas

Você sabia que o nosso cérebro tem entre 85 e 90% de sua composição representada pela água? É de se imaginar que beber pouca água compromete o pleno funcionamento do órgão mais importante do sistema nervoso.

A desidratação limita as atividades do cérebro e pode causar dificuldades cognitivas como perda de concentração e problemas de memorização. Para uma pessoa se manter ligada e atenta o dia todo, vale a pena ter uma garrafinha de água a tiracolo para que o cérebro não fique desabastecido.

3- Halitose (mau hálito)

Outra consequência bem perceptível – inclusive para as outras pessoas – em beber pouca água é o mau hálito. Quando a nossa boca fica desidratada, as bactérias que vivem dentro dela conseguem intensificar a sua atividade, o que causa o odor desagradável.

A principal razão para isso é que a falta de água limita a produção de saliva, justamente o que ajuda no combate e no controle das bactérias. Em casos mais avançados, esse avanço dos micróbios pode causar problemas como cárie e gengivite.

(Leia também: Conheça 5 mitos sobre coronavírus que devemos compreender)

4- Cansaço e moleza

Sabe aquela vontade de sentar ou deitar e ficar sem fazer nada? Em certos momentos, nos sentimos sem força para qualquer atividade. Esse tipo de sintoma costuma ter relação direta com a falta de água no organismo, já que ela é indispensável para a boa circulação sanguínea. 

Quando o sangue percorre o nosso corpo sem a mesma eficiência, os nutrientes não chegam ao cérebro e não conseguimos ter ânimo e disposição para as várias tarefas.

5- Lentidão do intestino

Prisão de ventre ou outros casos mais leves de lentidão do intestino podem ter relação direta com a falta de água no sangue. As enzimas digestivas, o muco e o suco gástrico, necessários para o bom trânsito intestinal, dependem da água para a sua produção plena.

Ter uma digestão adequada e o intestino regulado contribui para o equilíbrio do organismo como um todo, por isso lembre-se de beber água com regularidade para minimizar o risco de prisão de ventre.

Mantenha a sua imunidade elevada!

A água contribui para a boa saúde de diferentes maneiras. Ao mesmo tempo, beber pouca água causa uma série de problemas que podem ser graves. Existem outras formas de manter o organismo preservado e blindado contra diferentes doenças. Algumas vitaminas presentes em alimentos e em outras fontes são fundamentais nesse sentido. Saiba quais são elas neste outro post do nosso blog!

 

Fonte: Ministério da Saúde