Comer bem e de forma equilibrada é fundamental para uma boa saúde. Com a adoção de algumas práticas no dia a dia, é possível ter ganhos significativos. Afinal, o que define uma alimentação saudável para mulheres?

Manter uma boa nutrição pode ser um desafio, ainda mais se considerarmos que as mulheres têm dificuldade para encontrar tempo diante de tantas tarefas. Quando o equilíbrio na alimentação é mantido, as chances de desenvolver doenças se tornam menores.

Uma alimentação saudável para mulheres passa diretamente por sete iniciativas. Vale destacar que todas elas podem ser colocadas em prática também pelos homens, que também têm muito a ganhar com a adoção de uma alimentação mais balanceada.

1- Prepare as refeições com antecedência e congele

Uma das melhores formas de driblar a falta de tempo na rotina é otimizar o tempo dedicado à preparação da comida. Para não precisar cozinhar diariamente, uma opção é cozinhar em maiores quantidades e congelar de forma porcionada.

Com isso, você tem mais condições de se organizar para ter um período específico dedicado ao preparo. Lembre-se de priorizar sempre as opções mais saudáveis e diversificadas.

(Leia também: A importância dos alimentos antioxidantes)

2- Evite os alimentos industrializados e processados

Quando falamos em adotar opções saudáveis, o primeiro passo é reduzir ou evitar os alimentos industrializados e processados. Grande parte dessas opções são pouco nutritivas e trazem dezenas de componentes prejudiciais ao organismo.

Apesar da praticidade desse tipo de alimento, é importante pensar bem as nossas escolhas. Uma fruta ou um snack natural pode ser bastante prático e nutritivo ao mesmo tempo.

3- Escolha lanches saudáveis

As refeições intermediárias ajudam a compor uma dieta saudável. A ideia é que sejam momentos rápidos para a ingestão de uma quantidade moderada de nutrientes e calorias.

Biscoitos, bolos e outras opções ricas em açúcares devem ser evitados. Dê prioridade a frutas e tenha muita atenção aos rótulos de alimentos supostamente saudáveis. Muitos deles trazem componentes químicos que não trazem benefícios nutricionais.

4- Não pule as refeições

Com um dia a dia corrido, sobra pouco tempo para a alimentação. Muitas pessoas acabam pulando uma ou duas refeições para “otimizar” a rotina, mas isso pode ter um efeito contrário. Quando não estamos bem nutridos, o rendimento cai em todas as atividades.

Outro risco de pular as refeições é criar um espaçamento muito grande, o que pode levar ao exagero na refeição seguinte.

5- Faça a opção por gorduras saudáveis

Muitas pessoas têm a compreensão errada de que devemos evitar qualquer tipo de gordura. De fato, alguns tipos, como a gordura trans e a hidrogenada, são prejudiciais ao organismo, mas é fundamental incluir na dieta as gorduras saudáveis.

Abacate, azeite de oliva, ovos, castanhas e nozes são algumas das opções de gorduras saudáveis para o organismo.

6- Mantenha-se bem hidratada

Você já deve ter ouvido falar que aproximadamente 70% do nosso corpo é composto por água. Isso significa que devemos ter muita atenção à ingestão de líquidos ao longo do dia.

Lembre-se de tomar água regularmente e tenha ela como prioridade. Sucos e outras bebidas não substituem a água.

(Leia também: Existe uma dieta para hipertensão? Conheça alimentos benéficos)

7- Dê mais cores às suas refeições!

Um prato colorido, na grande maioria dos casos, é mais saudável do que aqueles pratos monocromáticos. Quando combinamos várias frutas, vegetais e outros alimentos naturais, o nosso organismo só tem a agradecer.

 

Fonte: Ministério da Saúde