Você provavelmente já ouviu falar no exame de triglicerídeos – ou triglicérides. Essas palavras complicadas dizem respeito à reserva de energia do nosso organismo, não por acaso os triglicerídeos são considerados as principais gorduras do organismo.

Como bem sabemos, a gordura é um dos nutrientes essenciais para a saúde, ou seja, os triglicerídeos têm grande importância. A grande questão é quando devemos fazer o exame de triglicerídeos e para que ele serve exatamente.

No post de hoje, vamos esclarecer essa dúvida recorrente para você manter os seus exames de triglicerídeos em dia!

Triglicerídeos em excesso? Mau sinal!

Embora sejam essenciais ao organismo, as gorduras podem ser perigosas quando presentes em uma quantidade excessiva. Valores altos de triglicerídeos no sangue podem ser fatores de risco para o aparecimento de diferentes doenças. Um dos riscos é o entupimento de vasos sanguíneos que levam a quadros de infarto e acidente vascular cerebral (AVC).

Em muitos casos, as pessoas não têm a percepção de que houve um aumento nesse índice, pois não há sintomas muito evidentes. Essa é uma das principais razões para a realização do exame de triglicerídeos.

Quando o exame detecta a presença de triglicerídeos acima dos níveis adequados, a pessoa tem a chance de combater o problema, com hábitos mais saudáveis.

Como é feito o exame de triglicerídeos?

O exame de triglicerídeos é um procedimento bastante simples. Ele consiste em um exame de sangue voltado à observação do perfil lipídico, que indica os níveis de colesterol, triglicerídeos e outras variáveis.

A recomendação do Ministério da Saúde é que o exame de triglicerídeos seja feito, pelo menos, a cada 5 anos por pessoas entre 20 e 40 anos. Após essa faixa etária, a recomendação é que o teste seja anual. Quando você for fazer o exame, lembre-se de se manter em jejum por pelo menos 12 horas.

Vale observar que aspectos genéticos que levam ao acúmulo de triglicerídeos no organismo e histórico de doenças cardiovasculares na família são fatores de risco, por isso pessoas nesses grupos devem fazer um acompanhamento mais frequentes dos índices de triglicerídeos.

Como manter os triglicerídeos sob controle?

A realização do exame de triglicerídeos é um acompanhamento periódico, mas é altamente recomendável que as pessoas adotem hábitos saudáveis em sua vida. São iniciativas que colaboram não apenas para o controle dos triglicerídeos, como também para o funcionamento pleno do organismo. Veja três dicas essenciais:

  • Mantenha o corpo em movimento: o sedentarismo é um grande vilão da saúde, procure fazer exercícios físicos regularmente, ainda que de baixa intensidade;
  • Priorize as gorduras saudáveis: em sua dieta do dia a dia, busque incluir gorduras boas como castanhas, abacate, azeite e peixes;
  • Controle o consumo de carboidratos: a transformação desse nutriente em nosso fígado é um dos fatores que potencializam a presença de triglicerídeos.

Conheça todos os exames que realizamos!

Você sabia que o exame de triglicerídeos é uma das centenas de análises clínicas que realizamos no Laboratório Cella? Para conhecer todos os exames que realizamos, acesse o nosso site e confira tudo sobre o nosso trabalho! 

 

Fonte: Ministério da Saúde