Você já ouviu falar na dieta mediterrânea? Como o próprio nome sugere, trata-se de uma dieta adotada em países que ficam às margens do Mar Mediterrâneo, casos da Itália, Espanha e França.

A dieta mediterrânea ganhou destaque nos últimos anos à medida que mais pessoas buscam opções saudáveis para sua rotina. Em grande medida, os alimentos presentes nessa dieta favorecem as funções cardiovasculares e contribuem para uma maior longevidade.

No que consiste a dieta mediterrânea?

A dieta mediterrânea privilegia os alimentos mais acessíveis para países europeus próximos do Mar Mediterrâneo. O grande destaque são os peixes de água salgada, que estão entre as opções proteicas mais saudáveis à nossa disposição.

Embora não tenha uma proporção exata de macronutrientes, a gordura é um ponto importante na dieta mediterrânea. O azeite de oliva é riquíssimo em gordura e também em ômega-9, que ajuda a equilibrar o nosso colesterol. Frutas oleaginosas como nozes, amêndoas e castanhas também marcam presença na dieta mediterrânea e representam um ganho importante em gordura.

Como em quase todas as dietas saudáveis, frutas e legumes não podem faltar na rotina mediterrânea. As fibras, vitaminas e minerais presentes nos alimentos de origem vegetal são fundamentais para o equilíbrio do organismo.

Grãos, leguminosas, queijos e iogurtes completam a dieta mediterrânea e ajudam a fornecer outras substâncias determinantes para uma vida saudável.

Um estilo de vida

As escolhas alimentares não são o único pilar da dieta mediterrânea. Quem adota esse tipo de rotina compreende a importância de uma vida saudável em todos os sentidos.

A dieta mediterrânea se baseia, portanto, em uma vida mais ativa e livre de estresse. Com isso, se tem a combinação ideal entre alimentação saudável e atividades físicas, que fortalecem o organismo de forma significativa.

É possível ir além da dieta mediterrânea

Não resta dúvidas de que a dieta mediterrânea proporciona uma boa quantidade de nutrientes e, por isso, é bem saudável. Isso não significa que a gente deva se restringir a esse tipo de dieta.

No Brasil, contamos com uma ampla variedade de nutrientes. É possível equilibrar outras carnes com os peixes, assim como valorizar o ovo, um dos alimentos mais completos que existem. Os hábitos brasileiros devem ser valorizados e cabe a nós ter criatividade para explorar os ingredientes incríveis que temos no país!

Aqui mesmo no blog, temos muitos posts sobre alimentação para você ir além da dieta mediterrânea e comer bem e de forma saudável. Confira!

 

Fonte: Ministério da Saúde